“Correm Turvas as Águas deste Rio” José Resende

dezembro 22, 2010 § Deixe um comentário

O dia está quente então sai do quarto e fui no Museu Rodin ao lado de casa para ver o que é que tinha lá. O corredor arborizado do bairro da graça e  a vegetação do Palacete garantiram o oxigênio de que eu estava precisando.

Palacete das Artes

Em exposição do programa Qu4arta Dim=ensão estava José Resende com sua “Correm Turvas as Águas desse Rio”

Foi outra dessas exposições que me fazem pensar “é fácil ser artista”.

Esse negócio de “Transformar objetos do cotidiano em arte”eu sempre achei muito suspeito. Não é a toa que saindo uma vez do MAM na USP e tendo visto dezenas de extintores empilhados, confundi manutenção de segurança com arte.

Chega a ser prepotente reclamar a inspiração deste trabalho aos Lusíadas de Camões, pois a inspiração necessária para melar uns tecidos velhos com parafina não seria suficiente para escrever uma frase do poeta. Sério, eu percebo mais atenção ao detalhe e refinamento no convite da exposição.

Acima: o artista trabalhando

Pensando nisso tudo foi que eu esqueci de ir na padaria.

Anúncios

Marcado:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento “Correm Turvas as Águas deste Rio” José Resende no Leonardo Bandeira.

Meta

%d blogueiros gostam disto: